A Idade só se aplica às pessoas vulgares

posted in: Saúde e Bem-estar | 0

Qual a definição de idade?

A maior parte das pessoas geralmente associa a idade a um simples número… mas será apenas isso? Apenas um número? Ou um estado de espírito? Um período de vida? Ou um estado na vida?

Podemos falar de 4 tipos de idade:

  • A idade cronológica que se baseia na noção de tempo mensurável (calendarizado). É a idade que respondemos quando nos perguntam qual é a nossa idade, normalmente respondemos o número de anos que já vivemos.
  • A idade psicológica tem a ver com a idade que acreditamos ter. Todos sabemos como os pensamentos são poderosos e uma mente saudável é uma mente por natureza sempre jovem e resistente ao tempo que passa e às suas vicissitudes.
  • A idade emocional é a que está associada à maturidade. O auto-conhecimento e o controlo emocional conduzem a relações interpessoais mais sadias e serenas, o que permite as pessoas viverem sem conflitos e de um modo mais feliz.
  • A idade biológica que corresponde à idade que o organismo demonstra com base na condição biológica dos seus tecidos. É possível uma pessoa de 50 anos ter uma idade biológica de 40 ou até de 30. Sob o ponto de vista físico-químico esta é a idade que acompanha a entropia, as mudanças provocadas pelo tempo e pelo envelhecimento.

A idade está normalmente associada ao envelhecimento. E o que é o envelhecimento?

O envelhecimento é a inevitável oxidação do organismo, consequência da nossa respiração, essencial à manutenção da vida. Enquanto respiramos estamos a contribuir para a inevitável morte celular e portanto para o envelhecimento.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) velhice é definida como “o prolongamento e término de um processo representado por um conjunto de modificações fisiomórficas e psicológicas ininterruptas à ação do tempo sobre as pessoas”

Atentem que nestas definições em lado nenhum surge a palavra doença. Então porque é que as pessoas associam o envelhecimento, ao aparecimento de doenças?

Envelhecer não implica necessariamente adoecer! Se mantivermos o equilíbrio à medida que o tempo passa, envelhecemos com saúde. Esse equilíbrio é mantido fazendo as opções certas, ou seja, mantendo um estilo de vida equilibrado.

E como podemos conseguir isso?

Há 4 PILARES fundamentais na nossa vida onde podemos actuar e investir para manter um estilo de vida equilibrado:

peq-alm-mirtilus-ekvilibro

Alimentação:uma alimentação equilibrada vai tornar todos os nossos órgãos mais saudáveis e portanto fazer diminuir a nossa idade biológica;

Exercício físico e o descanso adequado: ter uma vida activa e dormir as horas necessárias à recuperação ajudam, entre outros processos, os nossos genes e as nossas células a manterem-se jovens e flexíveis por mais tempo e também assim contribuir para a diminuição da idade biológica;
Meditação e desenvolvimento pessoal: praticar meditaçmeditação-ekvilibroão leva ao aumento do auto-conhecimento e do controlo das emoções, reduz o stress, que é causa de várias doenças e envelhecimento. Praticar meditação contribui assim para a diminuição da idade, neste caso da idade emocional.

Definição de objetivos de vida e equilíbrio mental: uma vida com projetos e objetivos sensatos altera a perceção que poderíamos ter do envelhecimento, uma mente equilibrada consegue diminuir a idade psicológica.

Muitas pessoas têm o seguinte pensamento: “mas eu não tenho tempo nem para me coçar quanto mais para me dedicar a estas 4 áreas fundamentais da nossa vida”.

Na minha opinião, o fato de não terem “tempo” é a mesma coisa que estarem a conduzir um carro e este entrar na reserva e dizerem que não há tempo para parar e por gasolina…mais cedo ou mais tarde terão de parar! O tempo que dedicamos a nos próprios é o nosso combustível!

Por isto tudo, não fiquem presos à idade enquanto número. Qualquer que seja esse número, o que nós somos e como nos sentimos depende do estilo de vida que escolhemos viver!

…a noção de pessoa velha ou nova só se aplica às pessoas vulgares. Todos os seres humanos mais dotados e mais diferenciados são ora velhos ora novos, do mesmo modo que ora são tristes ora alegres.” Hermann Hesse, in ‘Elogio da Velhice’

 Muito equilíbrio para todos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *