A massagem não é um luxo, mas sim uma necessidade!

posted in: Saúde e Bem-estar | 0

A massagem tem inúmeros benefícios tanto a nível físico como mental.

No entanto, podemos resumir todos esses benefícios a um único conceito: a massagem impulsiona o funcionamento do organismo. Ou seja, ajuda-o a equilibrar-se e a desenvolver o seu processo de auto-cura.

massagem-ekvilibroNos dias de hoje, as fontes de energia dos nossos corpos são de má qualidade, quer nos alimentos, ar poluído e sedentarismo. Aí, o nosso organismo não só não consegue obter o essencial para funcionar em pleno, como parece não conseguir sozinho activar-se e alcançar o equilíbrio no seu funcionamento. É aqui que entra a massagem. Porquê? Porque esta vai ajudá-lo a alcançar um estado homeostático. Primeiro activa a circulação, logo o sangue consegue levar mais rapidamente todos os nutrientes e oxigénio necessários a todas as células para que estas funcionem melhor, sendo esta uma acção geral. Ou seja, não há zona nenhuma no corpo que não beneficie do poder de uma massagem, desde os sistemas circulatório, respiratório, muscular, reprodutor, linfático e urinário.

A massagem é, por isso, considerada uma das melhores formas de prevenir doenças. Ela activa o metabolismo e este fica mais forte e preparado para as agressões diárias quer físicas, quer psicológicas e ajuda-o a combater rapidamente qualquer manifestação de doença ou infecção mesmo antes desta se tornar sintomática.

Muito antes de ser considerada uma terapia, a massagem faz parte da nossa essência enquanto animais que somos. O acto de afagar, acariciar ou esfregar em caso de dor, são movimentos inaptos que fazem parte de nós mesmo antes de nascermos. O toque com as mãos é o primeiro contacto entre mãe e filho. Trás conforto, confiança, demonstra carinho e segurança. Como terapia preventiva trás precisamente esses sentimentos a quem a recebe. São esses os benefícios psicológicos: relaxa a mente, diminui a ansiedade e promove o bem-estar.

Por tudo isto, a massagem não pode ser considerada um luxo, mas sim, uma necessidade básica!

 

Por: Sónia Ricardo, Massoterapeuta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *