LEITE, SOJA E OUTROS

Leite é sinónimo de saúde!? Soja é sinónimo de saúde!? …. Afirmações que parecem estar muito longe da verdade…especialmente quando já passamos dos 35 anos…
Aqui fica uma sugestão de “Leite” vegetal muito fácil de preparar, sinónimo de SAÚDE!

Colocar na véspera os ingredientes num copo: Para 2 chávenas:
– 2 colheres sopa sementes de canhâmo descascadas
– 2 chávenas de água fervida (só para durar mais)
– 2 tâmaras sem caroço
De manhã colocar num liquidificador/bimby até ficar bem cremoso (pode aromatizar a gosto com 1 colher de café de canela)
Pode ingerir tal e qual, ou passar por um coador. Caso prefira, pode coar utilizando um pano, para obter uma bebida mais fina.

Existem muitas provas que confirmam que o leite de vaca, não é sinónimo de saúde, ao contrário do que se possa pensar. Médicos especialistas em nutrição, como Dr Lair Ribeiro, entre muitos outros, publicaram artigos científicos que relacionam o consumo de leite com a indução de gordura visceral, alergias, processos inflamatórios e até osteoporose.

Não está em causa beber um copo de leite de vaca, porque há bebidas bem piores, está em causa induzirem que dá saúde, o que não parece ser verdade.

Muitas pessoas se convencem disso porque sentem melhorias quando diminuem o consumo de leite.

Então e a Soja?
o consumo diário de soja não é mesmo aconselhado (especialmente os produtos não fermentados),
a soja contém hemaglutinina, que aumenta a viscosidade do sangue e a probabilidade de coagulação, contém substâncias que inibem a enzima tripsina e por isso inibe a absorção das proteínas, contém fitatos que inibem a absorção de minerais e vitaminas, não tem vit B12, nem vitamina D e altera o funcionamento da tiróide. O leite de soja comercial acrescenta ainda os malefícios da adição de aditivos…

E então o que beber?
Podemos variar o consumo de bebidas vegetais, bebidas, ou “leites” de amêndoa, caju, coco, cânhamo, etc…de preferência preparadas em casa, e para isso apenas necessita de um liquidificador!

Bom apetite 🙂

Por: Carla Gaspar, Mestre em Tecnologia dos Alimentos e Pós-Graduada em Nutrição Humana

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *